O engano da freira…

A freira pede carona para chegar ao convento. O caminhoneiro era mal encarado e a freira resolve ser simpática puxando conversa.

– O senhor pode me dizer seu nome?

O caminhoneiro responde curto e grosseiro:

– Meu nome é igual aquilo que a senhora segura entre as mãos toda a noite.

Diante da resposta a freira seguiu viagem calada, quando saltou ela agradeceu:

– Muito obrigado Sr. Pinto.

Ele respondeu:

– Meu nome é Rosário.

Comenta aí