O pintor tímido…

O sujeito era pintor e muito tímido. Um dia, ele conheceu uma mulher que bagunçou com seus sentimentos.

Ficou gamadão na moça, mas não sabia como chegar nela. Ensaiou várias maneiras de abordagem, até que tomou coragem e disse para a mulher:

– Quanto você cobraria para posar para mim, vestida, é claro?

A moça pensou um pouco e respondeu:

– Duzentos reais…

O pintor, na hora, topou. Pagou-lhe o cachê adiantado e lá se foram os dois para o ateliê dele.

A moça se posicionou conforme o rapaz havia pedido e os dois ficaram lá. Ela imóvel e ele admirando-a, louco de tesão. Foi aí que resolveu fazer outra proposta:

– Quanto você cobraria para posar só de calcinha e sutiã?

A moça pensou, pensou e disse:

– 500 reais!

Ele ficou todo animado. Saiu correndo e foi ao caixa eletrônico, pegar mais dinheiro, pois não dispunha de tal quantia em sua casa. Voltou, todo ofegante, e começou a pintar, contemplando a moça agora só de calcinha e sutiã. Não suportando mais o tesão, ele foi objetivo:

– Quanto você cobra para posar nua para mim?

A moça pensou um pouco e respondeu:

– 3 mil reais…

O cara pediu dois dias de prazo para ela. Aí, correu para vender tudo o que podia, a fim de juntar o dinheiro. Dois dias depois, com os 3 mil reais na mão, ele disse para a moça:

– Pronto! Aqui está o que combinamos! Tira a roupa!

A garota tirou a roupa e ficou nua em pêlo. E o camarada começou a pintá-la. Dez minutos depois, já sem poder se controlar, ele foi até ela, já com os olhos brilhando e disse, ofegante:

– Vem cá, meu amor, quanto você cobra pra dar pra mim?

Ela deu um sorrisinho maroto e respondeu sem pensar:

– Ah, o mesmo que eu cobro dos outros… 50 reais…

Comenta aí