Tinha que ser o Joãozinho…

Joãozinho estava brincando no playground da escola, quando viu o carro do seu pai passando em direção ao mato atrás da escola. Ele seguiu o carro e viu seu pai e tia Jane, se abraçando apaixonadamente.
Joãozinho achou isso tão excitante, que não se conteve e correu pra casa para contar pra sua mãe o que tinha visto.
– Mamãe, mamãe, eu estava no playground da escola, quando vi o carro do papai indo pro mato com a tia Jane dentro. Eu fui atrás pra ver e ele tava dando o maior beijo na tia Jane. Depois ele a ajudou a tirar sua blusa, aí a tia Jane ajudou o papai a tirar suas calças e depois a tia Jane…
Nesse ponto a mãe o interrompeu e disse:
– Joãozinho, essa é uma estória tão interessante, que tal você guardar o resto dela pra hora do jantar? Eu quero ver a cara do seu pai, quando você contar tudo isso à noite.
Na hora do jantar, a mãe pediu pro Joãozinho pra contar sua estória…
Joãozinho começou:
– Eu tava brincando no playground da escola, quando vi o carro do papai indo pro mato com a tia Jane dentro… Aí, corri atrás pra ver e ele tava dando o maior beijo na tia Jane… Aí ele a ajudou a tirar sua blusa… Aí a tia Jane ajudou o papai a tirar suas calcas e depois a tia Jane e o papai começaram a fazer as mesmas coisas que a mamãe e o tio Bill faziam, quando o papai estava no exército…
A mãe desmaiou!

Moral da estória:
Sempre precisamos ouvir toda a estória, antes de imaginarmos o final.

4 ideias sobre “Tinha que ser o Joãozinho…

  1. Prezado Maicon!
    Agradeço sua visita e o seu comentário.
    No entanto, sua “dica” não condiz com a realidade da língua portuguesa.
    Ambas as palavras existem e possuem aplicações diferentes, veja:
    estória: exposição romanceada de fatos imaginários, narrativas, contos, fábulas;
    história: para dados históricos, que se baseiam em documentos ou testemunhos.
    Errar é inevitável, porém me preocupo com a língua portuguesa quando escrevo algo por aqui.
    []´s

  2. O.o! Me desculpe por ter dito isto… pois o que eu queria mesmo é ajuda-lo se por acaso o tenha encomodado ou encomodada peço minhas sinceras desculpas….. obrigado!

  3. Maicon, você não precisa (e nem deve) se desculpar!
    Sou eu que devo agradecer pela visita e colaboração…
    []´s

Comenta aí