Médico fofoqueiro…

O mineirim Zé caipira lá de “di traz dos Monte” entrou no consultório e meio sem jeito foi falando:

– Dotô, o trem não sobe mais. Já tomei de tudo quanto há de pranta, mas não sobe mais mêsm.

– Ah não, meu amigo Zé. Vou te passar um medicamento que vai deixar você novo em folha. São cinquenta comprimidos, um por dia.

– Mas dotô, eu sou um homi simples da roça. Só sei contar té dez nos dedo e mais nada uai..

– Então você vai numa papelaria, compra um caderno de cinquenta folhas. Cada folha que você arrancar por dia tome um comprimido. Quando o caderno acabar você já vai estar curado. A receita está aqui.

– Brigado dotô. Vou agora mesmo comprar essi tar di caderno.

E logo que saiu do prédio o Zé Caipira avistou de fato uma papelaria ali perto. Entrou, a moça veio atender.

– Moça, eu precisava de um caderno de cinquenta fôia.

– Brochura? – perguntou a moça

– Médiquim fí da puta… Já telefonô pra espaiá meu pobrema!

Comenta aí